Operação da PF investiga esquema de compra de votos com distribuição de cestas básicas em JP e mais duas cidades do Sertão

radar190

A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (7) uma operação para investigar um suposto esquema de compra de votos através da distribuição de cestas básicas na cidade de Patos, no Sertão da Paraíba. Foram cumpridos três mandados de busca e apreensão, expedidos pela 28ª Zona Eleitoral, nas cidades de Patos, Aparecida e João Pessoa.

A operação surgiu na apreensão de várias cestas básicas na antevéspera das eleições do primeiro turno das eleições, em 30 de setembro.

Documentos e mídias eletrônicas também foram apreendidos e serão submetidos à perícia para subsidiar as investigações em andamento.

A Polícia Federal não informou nomes de políticos envolvidos no esquema, nem quantas cestas básicas foram apreendidas.

A operação foi nomeada como “Pão de César” e segundo a Polícia Federal os investigados podem responder pelo crime de corrupção eleitoral (art. 299 do Código Eleitoral), cuja pena máxima é de quatro anos de reclusão.

*fonte: g1 PB

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Next Post

Filha oferece recompensa de R$ 20 mil por informações sobre pai desaparecido no Vale do Piancó

A família de Luiz Weber Antony de Faria Júnior, 60 anos, está desesperada à procura dele. O homem, que reside em Itaporanga, já está há três meses desaparecido. Conforme os familiares, ele foi visto pela última vez em agosto deste ano e desde então não deu mais sinal de vida. […]

Operação da PF investiga esquema de compra de votos com distribuição de cestas básicas em JP e mais duas cidades do Sertão

radar190

A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (7) uma operação para investigar um suposto esquema de compra de votos através da distribuição de cestas básicas na cidade de Patos, no Sertão da Paraíba. Foram cumpridos três mandados de busca e apreensão, expedidos pela 28ª Zona Eleitoral, nas cidades de Patos, Aparecida e João Pessoa.

A operação surgiu na apreensão de várias cestas básicas na antevéspera das eleições do primeiro turno das eleições, em 30 de setembro.

Documentos e mídias eletrônicas também foram apreendidos e serão submetidos à perícia para subsidiar as investigações em andamento.

A Polícia Federal não informou nomes de políticos envolvidos no esquema, nem quantas cestas básicas foram apreendidas.

A operação foi nomeada como “Pão de César” e segundo a Polícia Federal os investigados podem responder pelo crime de corrupção eleitoral (art. 299 do Código Eleitoral), cuja pena máxima é de quatro anos de reclusão.

*fonte: g1 PB

Next Post

Filha oferece recompensa de R$ 20 mil por informações sobre pai desaparecido no Vale do Piancó

A família de Luiz Weber Antony de Faria Júnior, 60 anos, está desesperada à procura dele. O homem, que reside em Itaporanga, já está há três meses desaparecido. Conforme os familiares, ele foi visto pela última vez em agosto deste ano e desde então não deu mais sinal de vida. […]

Subscribe US Now