Campeão mundial de jiu-jítsu morre com tiro na cabeça durante show em SP

radar190

O mundo do jiu-jítsu acordou nesta manhã com uma notícia trágica. Leandro Lo, multicampeão mundial na arte suave e um dos maiores nomes da modalidade, foi assassinado com um tiro na cabeça durante uma festa no Clube Sírio, em São Paulo, na madrugada deste sábado para domingo. O lutador chegou a ser levado ao Hospital Municipal Dr. Arthur Ribeiro de Saboya, mas não resistiu.

Segundo o advogado da família, Ivã Siqueira Junior, a vítima teve uma discussão com o rapaz e, para acalmar a situação, imobilizou o homem. Após se afastar, o agressor sacou uma arma e atirou uma vez na cabeça do lutador.

O advogado conta que, após o tiro, o autor ainda deu dois chutes na vítima no chão e fugiu em seguida.

Pouca gente ouviu o barulho porque o som estava alto em função do show.

Um amigo do lutador que presenciou o crime disse que o autor do tiro estava sozinho e provocou Lo e cinco amigos, que estavam numa mesa.

“Ele chegou, pegou uma garrafa de bebida da nossa mesa. O Lo apenas o imobilizou para acalmar. Ele deu quatro ou cinco passos e atirou”, disse a testemunha, que pede para não ser identificada.

O boletim de ocorrência, que identifica como autor do disparo o policial militar Henrique Otávio Oliveira Velozo, segundo apurou o  Combate.com. Confira a descrição do ocorrido feita pela Polícia Militar de São Paulo, ainda antes da confirmação da morte cerebral do atleta.

“Preliminarmente, trata-se de ocorrência envolvendo o multicampeão mundial de jiu-jítsu Leandro Ló Pereira do Nascimento e o policial Militar Henrique Otávio Oliveira Velozo. Conforme relatam as testemunhas, o policial Henrique, após breve discussão, se dirigiu à mesa da vítima Leandro, pegando uma garrafa da mesa, em ato contínuo a vítima se levantou, tirou a garrafa da mão do autor e, em golpe de luta, o derrubou e imobilizou. Neste momento, colegas da vítima separaram ambos e pediram “para deixar isso quieto”. O autor, após se levantar, deu a volta na mesa e, de fronte a vítima, sacou sua arma e desferiu disparo, o qual atingiu a região frontal da cabeça da vítima (testa, lado esquerdo). Vítima encontra-se em estado gravíssimo no Hospital Municial Dr. Arthur Ribeiro de Saboya.”

De acordo com informações da assessoria de imprensa da Polícia Militar de São Paulo, uma ocorrência foi aberta à 1h57 da manhã. Segundo o G1, ele foi identificado, mas está foragido, e o advogado da família de Lo, Ivã Siqueira Junior, que confirmou a morte cerebral da vítima.

G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Next Post

Homens armados rendem casal e subtraem carro, dinheiro e vários outros objetos em Cajazeirinhas

Um assalto foi registrado por volta das 6h desse domingo (7), no Sítio Açude Novo, zona rural de Cajazeirinhas. Pelo menos quatro homens armados chegaram ao citado local, utilizando uma caminhonete preta, uma saveiro branca, e duas motos, renderam um casal de idosos e seu filho, amarraram as vítimas e […]

Subscribe US Now